22.5 C
Picos

Ministro Wellington Dias volta a defender o dia 13 de março como data histórica nacional

#

O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias (PT), voltou a defender nesta segunda-feira (13) a celebração da Batalha do Jenipapo como um feriado de caráter nacional.

A fala aconteceu durante a solenidade em alusão aos 200 anos do único conflito armado de independência do Brasil. Na oportunidade, o piauiense destacou que esse evento histórico teve relevância não apenas para o Piauí, mas para todo o país.

“É um momento que digo sempre, marcante não apenas para a história do Piauí mas para a independência do Brasil. Cada ano a gente comemora hoje como uma data comemorativa nacional, junto com o 21 de abril no feriado de Tiradentes”, afirmou o ministro.

Em 2011, quando era senador, Wellington Dias apresentou um Projeto de Lei (PL) que instituía o Dia da Batalha do Jenipapo, a ser comemorado anualmente no dia 13 de março, como data histórica no calendário de celebrações nacionais.

Naquela ocasião, o texto acabou incorporando alimentos de uma outra proposta do então deputado Frank Aguiar, que estipulava a realização de ações educativas e comemorativas em alusão ao fato histórico, mas terminou arquivada em 2014.

Durante a solenidade dos dos 200 anos da Batalha do Jenipapo, foi exibida uma mensagem gravada pelo presidente Lula a respeito da data. No vídeo, ele agradece aos piauienses e destaca a importância da batalha travada no estado para a independência do país.

“Neste 13 de março quero saudar esse povo lutador do estado do Piauí por esses 200 anos da Batalha do Jenipapo em Campo Maior. Marco importante para a consolidação da independência do Brasil. Temos muitas lutas a vencer e cada homem  e cada mulher do Piauí sabe que contará com a minha gratidão e apoio para novas vitórias”, disse Lula.

Fonte: Breno Moreno / CidadeVerde

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas