sábado, 4 dezembro 2021
Últimas
Casa / Destaques / Lula diz que vai regular meios de comunicação
Foto:Dantércio Cardoso

Lula diz que vai regular meios de comunicação

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que vai regular os meios de comunicação caso volte a ocupar o Palácio do Planalto. A fala de Lula aconteceu na quinta-feira, 26 de agosto, durante entrevista à Rádio Metropole, de Salvador, na Bahia, durante incursão do ex-presidente pelo Nordeste.

“Ainda não decidi se sou candidato. Estou conversando com muita gente, ouvindo muito desaforo, leio muito a imprensa e tem setores da imprensa que não querem que eu volte a ser candidato porque se eu voltar, eu vou regular os meios de comunicação nesse país. A gente não pode ficar com a regulamentação de 1962, não é possível. Eu penso que a gente vai fazer uma coisa muito nova”, disse.

Ao mencionar a regulamentação dos meios de comunicação, Lula afirmou que o mesmo acontecerá com a internet, mas que é preciso definir formas para que a regulamentação “não seja censura”.

Ao falar sobre os limites da regulamentação da imprensa, Lula diz que não será nos padrões adotados em Cuba e na China e que não quer controlar a imprensa.

“Ninguém quer controlar. Eu não quero controlar. Eu não quero modelo de comunicação tipo Cuba, tipo China, eu quero tipo Inglaterra”, afirmou o petista.

Lula lidera as pesquisas para 2022, mas afirmou que ainda não decidiu se será candidato nas eleições do próximo ano.

Lula elegível

O ex-presidente voltou ao páreo eleitoral em março após a anulação pelo Supremo Tribunal Federal (STF) das condenações definidas pela Justiça Federal no Paraná relacionadas às investigações da Operação Lava Jato.

Em junho, o plenário do Supremo, ao analisar o caso de suspeição do ex-juiz Sergio Moro, determinou a extensão da decisão a todos os processos do ex-presidente em que o ex-magistrado atuou.

Fonte: CNN

Sobre Márcio Lopes

Colaborador do Portal Info Newss.

Verifique também

Brasil tem 136,2 milhões de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid-19

O Brasil tem 63,89% da população com duas doses ou com o imunizante de aplicação …