18.5 C
Picos

Eletrobras Piauí eliminará gambiarras elétricas em Municípios do Estado

#
Os prefeitos do Piauí poderão financiar recursos, com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para investir em obras de eliminação de ligações elétricas clandestinas, as chamadas gambiarras.

Eletrobras Piauí eliminará gambiarras elétricas em Municípios do EstadoEletrobras Piauí eliminará gambiarras elétricas em Municípios do Estado

Os prefeitos do Piauí poderão financiar recursos, com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para investir em obras de eliminação de ligações elétricas clandestinas, as chamadas gambiarras. Foi o que anunciou o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, em reunião na Associação de Piauiense de Municípios (APPM), na última sexta-feira (23), na qual estava presente o presidente da Eletrobras Distribuição Piauí, Arquelau Amorim.

Paulo Rabello explicou que o Piauí é pioneiro nesse tipo de linha de crédito que garantirá o atendimento dos Municípios piauienses pelo BNDES. “Vamos sair da combinação para a ação e fazer o BNDES cumprir a função S, que é a social”, frisou.

O presidente da Eletrobras Piauí, Arquelau Amorim, destacou que é de grande interesse da Distribuidora acompanhar essas tratativas do BNDES com os prefeitos e poder executar as obras. “Para a Eletrobras Piauí, esse financiamento é de suma importância porque contribui para a Empresa diminuir as perdas comerciais (não-técnicas), aquelas que advêm de furto, desvio e de gambiarras”. Em 2017, as perdas totais da empresa somaram 28,01%, das quais, 16,02% são de perdas não-técnicas, equivalentes a 803 GWh, e decorrem, em 45% dos casos, de irregularidades praticadas por consumidores.

“Os 803 GWh de energia perdida por fraude, desvio e deficiência seriam suficientes para abastecer o consumo de metade das unidades consumidoras residenciais do Piauí durante o ano de 2017. Aplicando a perda comercial à tarifa média de venda de energia elétrica, obtêm-se o montante de R$ 311 milhões, recursos que poderiam ser aplicados  na ampliação dos investimentos da Distribuidora em melhorias e construções de redes, além de servir de base para a revisão tarifária”, contabilizou Amorim.

Conforme explicou o presidente Amorim, os Municípios farão o financiamento e repassarão os valores para a Eletrobras executar as obras. Esta fará encontro de contas com as Prefeituras para que haja o pagamento do valor repassado para a Distribuidora.

Também participaram da reunião o presidente da APPM e prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto; o deputado federal Júlio César, que está à frente das negociações com as Prefeituras; o prefeito de Teresina, Firmino Filho, dentre outros prefeitos; e outros representantes do BNDES.

Fonte: Falapiauí

Mateus Ribeiro
Mateus Ribeirohttps://www.infonewss.com
Cofundador do Portal Info Newss. Formado em Ciências Contábeis, pela Faculdade FACISA (Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Araripina), Técnico em Informática formado pelo Instituto EAD.
Veja também
Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui