35.2 C
Picos

Tite processa Neto por injúria após eliminação da seleção na Copa

#

As ofensas de Neto aconteceram depois da eliminação do Brasil na Copa do Mundo 2022. A informação inicial foi do GE, confirmada pelo UOL.

Os advogados de Tite pontuaram no processo que Neto chamou o técnico, em diferentes momentos, de “filho de uma p…”, “desgraçado”, “sem vergonha”, “burro”, “idiota”, “imbecil” e “vagabundo”.

A defesa de Tite pontuou que os termos formam um “conjunto inequívoco de ofensas, qualquer que seja o contexto em que proferidas”. Ela acrescentou que elas “possuem elevado caráter pejorativo e não têm outro sentido senão o de atingir a honra” do treinador.

O caso tramita na 1ª Vara Criminal de São Paulo.

Em seu programa na Band, Neto proferiu as seguintes frases: “Acabou, vai, vai, vai, Tite filho de uma p…! Desgraçado! Eu falei que era o Neymar para bater, a culpa é do Tite, o Neymar deixou de bater o pênalti, o maior batedor de pênalti do mundo, seu sem-vergonha!

Você não merece estar aí, você deveria ter deixado o Neymar bater o pênalti agora, porque não teria chance. Se o Neymar faz o gol, você teria chance do menino do Alisson pegar. E depois o Marquinhos fazer.

Seu burro, burro, seu idiota, acabar com o país, o país sofredor, o país que as pessoas pagam trezentos reais por uma camisa. Você levou a família sua, você não pensa no povo, nas pessoas que estão na rua, seu idiota! Você perdeu a Copa do Mundo mais fácil!”

E continuou: “Deixa o Neymar. Faz o gol. Seu idiota, imbecil, vocês falam atenção que isso aqui não pode. Não pode o escambau!”

“(…) Quem que é o maior batedor de pênalti do mundo? Não bateu! Seu burro! Burro! Seu burro! Burro! Era o Neymar para bater, cambada de vagabundo, desgraçado!”

O QUE PODE ACONTECER

O pedido inicial dos advogados de Tite é que Neto seja enquadrado de acordo com os artigos 140 e 141 do Código Penal. A pena prevista é detenção de um a seis meses ou multa.

O valor pode ser elevado em um terço quando o crime é cometido na presença de várias pessoas, ou por meio que facilite a divulgação da calúnia, e pode ser triplicado quando divulgado em redes sociais.

A defesa de Tite citou nos autos a audiência do vídeo com as ofensas feitas por Neto no YouTube: as contas estão em 2,5 milhões de visualizações na plataforma.

“Totalizam-se -somente em reproduções via plataforma YouTube- 2.500.000 de reproduções do conteúdo injurioso, potencializando, em larga escala, o dano sofrido pelo querelante [Tite] em sua esfera de proteção da honra pessoal (dignidade e decoro)”.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas