22.8 C
Picos

Tentativa de paralisar obra do Governo do Estado em cidade do PI vira caso de polícia

#

A tentativa de paralisar uma obra do Governo do Estado do Piauí em Canto do Buriti ganhou um novo capítulo e, desta vez, virou caso de polícia. O responsável pela obra da empresa Costa e Carvalho LTDA, contratada por meio de licitação da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, relatou uma série de ameaças recebidas enquanto executava o projeto.

Segundo um boletim de ocorrência registrado, na última terça-feira (11/06) por volta das 08h00, quando o responsável estava na obra da passagem molhada na localidade Santa Maria, o secretário de obras do Município de Canto do Buriti, Reginaldo, chegou ao local e perguntou se estava sendo colocado material na obra. Ao confirmar que sim, Reginaldo teria ordenado que parasse de colocar o material, ameaçando passar com um trator por cima e destruir tudo caso não obedecesse.

O responsável pela obra se sentiu ameaçado em sua integridade física e temeu pelos materiais e equipamentos de trabalho, dada a agressividade do tom usado por Reginaldo. Ele estimou um dano ao erário de R$ 30.000,00 devido à paralisação e perda de material.

A obra continua

Mesmo com o embargo da prefeitura, a ordem do secretário do Meio Ambiente, Daniel Oliveira, é continuar a obra, ele lamentou a decisão da gestão municipal. “É uma atitude que impede investimentos importantes do governo do estado na cidade. Nossa orientação é seguir adiante com a execução do contrato, pois não há nenhuma ilegalidade que justifique a paralisação”, afirmou o secretário. As obras irão continuar.

FOTO: REPRODUÇÃO

O prefeito de Canto do Buriti, Dr. Felipe, decidiu embargar a obra do Governo do Estado, que prevê a execução de duas passagens molhadas na zona rural, nas localidades de Santa Maria e Gavião.

As obras em questão envolvem a contratação de empresas de engenharia para a construção das passagens molhadas, que são estruturas essenciais para a travessia segura em áreas rurais alagadiças. Na localidade Santa Maria, a obra tem um valor de R$ 470.848,27, enquanto na localidade Gavião, a obra está orçada em R$ 517.118,07. Ambas incluem o fornecimento de material, mão de obra, ferramentas e equipamentos necessários para a realização perfeita dos serviços.

Não é a primeira vez

A suspensão das obras é mais um capítulo em um histórico de embargos por parte dos prefeitos de Canto do Buriti a projetos do governo estadual, frequentemente por questões políticas. No passado, o ex-prefeito Marquinhos Marcos Nunes Chaves também proibiu a execução de uma obra de asfaltamento na cidade. Já o atual prefeito, Dr. Felipe, embargou, no ano de 2023, uma obra de pavimentação poliédrica na localidade Fazenda Nova, que foi recentemente inaugurada após vitória judicial do governo do Estado.

Fonte: 180 Graus / Análise Política por Sebastian Eugênio

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas