19.6 C
Picos

Suspeito de torturar e matar neto de ex-prefeito de Dom Expedito Lopes é preso; o segundo foi morto a tiros

#

A polícia conseguiu capturar e prender, neste sábado (18), Cristiano Gonçalves de Sousa, suspeito de ter torturado e levado a óbito Wabyner Alves de Araújo, 22 anos, neto de um ex-prefeito de Dom Expedito Lopes. O crime de tentativa de homicídio aconteceu no dia 03 de outubro, na cidade citada. Ele foi encontrado às margens da BR-316, no Km-80. Veio a óbito no dia 20, 17 dias após ter ficado internado.

Ele é um dos suspeitos do crime de homicídio qualificado. Um segundo foi identificado como Luís César da Silva, o Lulinha, que foi executado a tiros no dia 29 de outubro, dentro de seu carro, ao lado da esposa, na avenida principal de Dom Expedito Lopes. Ele já vinha sendo investigado pelo 3º Distrito policial de Picos antes de ser morto.

Lulinha, suspeito de torturar e matar Wabyner, foi morto a tiros – Foto: Reprodução

Após ser detido, a polícia identificou que já havia, contra Cristiano, um mandado de prisão em aberto por crimes sexuais, no estado do Tocantins.

Cristiano Gonçalves, suspeito de torturar e matar Wabyner – Foto: Acervo 23
Sobre o crime e ligação com os envolvidos

O que se sabe é que a vítima – Wabyner – possuía extensa ficha criminal por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e munições, além de cárcere privado contra sua ex-namorada.

Homem mantém mulher em cárcere privado e é flagrado com armas, munições e drogas em Dom Expedito Lopes

Além das diversas lesões sofridas por Wabyner, ele teve os dois olhos perfurados, foi identificado que uma bala estava alojada em seu cérebro e havia, em seu rosto, cortes formando o nome de uma facção criminosa.

Com informações de Acervo 23
Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas