22.5 C
Picos

Pelo menos 1 mil cargos comissionados na Alepi serão extintos, afirma vice-presidente

#

O vice-presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), Evaldo Gomes (Solidariedade), afirmou nesta segunda-feira (04), que pelo menos 1 mil cargos comissionados na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) serão extintos. Na última sexta-feira (01), pelo menos 3 mil comissionados foram exonerados, por meio de decreto assinado pela Mesa Diretora.

Segundo Evaldo Gomes, a mudança no quadro se deve à reforma administrativa, que visa readequação feita em acordo com o Ministério Público (MPPI) e Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI).

“Quando o Franzé assumiu a presidência da Assembleia, o objetivo, sobretudo, era fazer uma reforma administrativa. E a reforma administrativa mexe com todos os setores da Casa. O Ministério Público, o Tribunal de Justiça, fizeram um entendimento com a Casa para que pudesse se readequar, se reduzir o número de cargos comissionados e naturalmente se readequar as novas funções daqueles que já trabalhavam e que trabalham aqui nesta casa. Então se reduziu aí quase 3 mil cargos comissionados para 2 mil cargos comissionados”, disse.

Evaldo Gomes ainda confirmou à reportagem que entre 35% a 40% dos comissionados que foram exonerados da Alepi não devem retornar aos cargos.

“Eu acredito que deve ficar ao menos 40%, 35% de pessoas que não retornam. Eu acho que a gente tem que compreender que o cargo comissionado não é concurso. São servidores afetivos. Então, quem hoje trabalha como cargo comissionado amanhã pode não estar trabalhando. Então, isso faz parte do panorama, da conjuntura política administrativa. Eu tenho certeza que aqueles que são competentes, aqueles que contribuem com a casa, retornarão”, pontuou Evaldo Gomes.

Veja também:

O deputado ainda pontuou que, em contrapartida, os servidores ganharam um reajuste salarial, bem como há a previsão de um concurso público na Assembleia Legislativa para o preenchimento de 400 cargos.

“O concurso já deve estar saindo no final de setembro para início de outubro. É outra decisão de reforma administrativa do presidente Franzé, ou seja, a ideia do presidente é modernizar a Casa, tendo aí um concurso para 400 pessoas, reduzir o número de cargos comissionados, como ele fez agora na sexta-feira, e, ao mesmo tempo também fazer uma reforma muito ampla, estrutural aqui na casa, não só no cenário, mas nos gabinetes também”, acrescentou.

Franzé Silva está em uma agenda pessoal em São Paulo. Mas, o presidente da Alepi convocou uma reunião com a Mesa Diretora da Alepi para a terça-feira (06) para tratar sobre a recomposição dos cargos.

Paula Sampaio
redacao@cidadeverde.com

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas