26.6 C
Picos

Mulher envolvida em tragédia que matou criança é identificada e vai se apresentar à polícia

#

A condutora do carro que invadiu o playground de um condomínio em Timon (MA) e matou um garoto de dois anos já foi identificada e tem aproximadamente 49 anos. Segundo a Polícia Civil, ela pode responder por, pelo menos, dois crimes: homicídio culposo e lesão corporal culposo, quando não há intenção de cometer o crime.

Cidadeverde.com apurou que ela já tem advogado e vai se apresentar na delegacia assim que tiver condições de saúde de prestar depoimento. De acordo com a Polícia Civil do Maranhão, a mulher ficou em estado de choque após a tragédia e está sob efeito de sedativos.

“No mínimo são duas condutas: homicídio e lesão culposos. Vai depender  do resultado da perícia. Se foi problema mecânico não será culpa dela se manteve as revisões em dia. São muitas hipóteses e muitas respostas. Tudo depende de provas técnicas. O advogado já compareceu e quer apresentá-la”,  informou a delegada Ironeide Elvira de Melo, que estava como plantonista na Central de Flagrantes de Timon.

Foto enviada por WhatsApp ao Cidadeverde.com

O caso ocorreu na noite dessa segunda-feira (23), na cidade de Timon-MA, cidade vizinha à Teresina, capital do Piauí. A Polícia Civil do Maranhão já teve acesso às câmeras de segurança do condomínio para que a dinâmica do caso seja esclarecida. Na investigação estão sendo consideradas as teses de falha mecânica e humana, o que pode incidir, nessa segunda hipótese, também no crime de omissão de socorro. É especulado ainda que a condutora teria perdido o controle do veículo após o salto ficar preso em um dos pedais.

A condutora envolvida no acidente era visitante do condomínio e estaria tentando estacionar o carro que, de repente, se desgovernou e foi em direção ao parquinho onde estavam o garoto Álvaro Leal Santana Campelo, de dois anos, que teve morte no local, a mãe dele e uma adolescente de 15 anos que saíram feridas e outras pessoas que não sofreram ferimentos.

O carrro envolvido no acidente foi apreendido e será periciado. Dentro dele havia alguns aparelhos celulares.

Após o acidente, a condutora fugiu e não prestou socorro. A mãe do garoto- que era filho único e primeiro neto da família- ainda tentou socorrê-lo. O caso é investigado pelo 2º Distrito Policial, sob comando do delegado Renato Cordeiro.

Graciane Araújo e Yala Sena
redacao@cidadeverde.com

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas