22.1 C
Picos

Greve na UFPI é aprovada; confira quando as atividades paralisam

#
Em Assembleia Geral realizada na tarde desta terça-feira (28), os professores da Universidade Federal do Piauí (UFPI) decidiram, por ampla maioria, deflagrar greve por tempo indeterminado. A votação, que contou com a participação de mais de 300 docentes, resultou em 228 votos a favor da greve e apenas 36 votos contrários.

A decisão dos professores se dá após negociações infrutíferas. Entre as principais demandas dos docentes estão reajuste salarial, melhores condições de trabalho e implementação de políticas de valorização da carreira docente em relação também a aposentadoria.

De acordo com a Associação dos Docentes da UFPI (ADUFPI), a entidade terá 72 horas para comunicar oficialmente a greve à reitoria da universidade. Após esse período, a paralisação das atividades letivas terá início, afetando cerca de 30 mil estudantes em todos os campi da UFPI.

Impactos da greve

A greve dos professores da UFPI deve gerar impactos significativos no funcionamento da universidade, com a suspensão de aulas, pesquisas e demais atividades acadêmicas. Além disso, a paralisação poderá afetar o calendário letivo, com o risco de adiamento do semestre ou até mesmo do ano letivo.

Reivindicações dos professores

Os professores da UFPI reivindicam:

  • Reajuste salarial que atenda à inflação acumulada nos últimos anos;
  • Melhores condições de trabalho, incluindo infraestrutura adequada, segurança no trabalho e acesso a materiais de pesquisa;
  • Implementação de políticas de valorização da carreira docente, como progressão na carreira e aposentadoria especial;
  • Resolução de problemas relacionados à previdência privada e ao plano de saúde dos docentes;
  • Melhoria das condições de trabalho dos técnicos administrativos e demais servidores da UFPI.

O que esperar nos próximos dias:

A ADUFPI deve se reunir nos próximos dias para definir os detalhes da greve, como as atividades que serão mantidas durante a paralisação e as estratégias de mobilização da categoria. A entidade também buscará o diálogo com a reitoria para buscar uma solução para o conflito.

Acompanhamento da situação:

Acompanhe as últimas notícias sobre a greve na UFPI no site da ADUFPI (https://adufpi.org.br/) e nas redes sociais da entidade.

Fonte: Teresina em Foco

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas