22.8 C
Picos

Três mortes em um dia elevam total de vítimas nas rodovias federais do Piauí para 56

#

A Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF-PI) divulgou na manhã deste sábado, (15), que de janeiro até junho deste ano, foram registrados 56 óbitos nas rodovias federais do Piauí, inferior aos óbitos registrados no mesmo período do ano passado, que aconteceram 58 mortes. Os dados apontam uma redução de 3,4% de óbitos nas BRs do estado.

A última morte registrada foi de uma mulher de 44 anos de idade, que morreu na noite dessa sexta-feira, (14), na BR 343, na zona rural que liga os municípios de Brasileira e Piracuruca.

Acidente com duas mortes ocorrido em na sexta (14) em Bertolínia - (Divulgação: PRF/PI)Divulgação: PRF/PI

Acidente com duas mortes ocorrido em na sexta (14) em Bertolínia

Segundo Adel Barbosa, inspetor da PRF/PI, as equipes estão atuando para reduzir o número de óbitos nas rodovias federais, principalmente, com orientações à população.

“Estamos trabalhando de forma a reduzir totalmente esses óbitos. É algo que nos preocupa bastante. É entristecedor atender um acidente em que a pessoa veio a falecer. Tivemos somente nessa sexta, três óbitos, dois em Bertolínia e outro entre Brasileira e Piracuruca, algo muito triste. Nas nossas abordagens, a gente sempre reforça sobre a importância de um trânsito seguro”, ressaltou.

Adel Barbosa destaca que na grande maioria, a principal infração é a ultrapassagem em local proibido, além da imprudência, alta velocidade e falta de atenção de condutores de veículo automor.

“Infelizmente, a grande maioria é a ultrapassagem em local proibido, que traz consequências gravíssimas, como a colisão frontal, pois causa um dano e um impacto muito forte e quase sempre fatal”, comenta.

Motociclistas sem capacetes

O inspetor Adel Barbosa explica que entre os motociclistas, além da falta de atenção, o não uso de capacetes tem gerado muitas mortes nas rodovias.

“No caso do acidente que ocorreu na sexta pela manhã, o motociclista e a passageira não utilizavam capacetes, que é um item essencial para a segurança de quem está em uma motocicleta. Ambos morreram. Então, a gente sempre reforça sobre os itens essenciais. É importante todos nos unirmos, polícia e sociedade, para reduzir mais ainda esse número de óbitos nas BRs”, garantiu.

Fonte: portalodia

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas