quarta-feira, 20 outubro 2021
Casa / Destaques / Sindicato denuncia condições precárias no Laboratório Central do Piauí e falta de insumos

Sindicato denuncia condições precárias no Laboratório Central do Piauí e falta de insumos

O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde Pública do Piauí (Sindespi) denunciou as condições precárias em que se encontra o Laboratório Central do Piauí (Lacen-PI). Segundo a entidade, faltam insumos e materiais básicos no local para os funcionários poderem exercer o seu trabalho.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), responsável pela administração do laboratório, informou que as imagens feitas pelo sindicato são referentes a cômodos do estabelecimento e que tais problemas flagrados nada interferem na capacidade produtiva do órgão. Além disso, segundo a Secretaria, há um projeto para ampla reforma do Lacen. (Veja a nota no fim da reportagem.)

Os problemas foram constatados pela presidente do Sindespi, Geane Sousa, durante uma visita no laboratório nesta quinta-feira (26).

Sindicato realizou vistoria no estabelecimento nesta quinta-feira (26) — Foto: Divulgação /Sindespi

Sindicato realizou vistoria no estabelecimento nesta quinta-feira (26) — Foto: Divulgação /Sindespi

“Os fungos estão tomando de conta do laboratório, que está cheio de mofo. Essa é a situação do Lacen. Não se sabe nem quando foi feita a última sanitização no local. Fomos lá e constatamos que essa é a situação real do principal laboratório de análise do Estado. Além da falta materiais básicos, insumos, copos descartáveis, papel toalha. Ainda mais no meio de uma pandemia, realizando uma enorme quantidade de exames de Covid-19.”, relatou a presidente do sindicato.

Confira a nota da Sesapi:

A Secretaria de Estado de Saúde tem pronto um projeto para ampla reforma do Lacen. No entanto, por conta da pandemia, onde o Laboratório Central tem desempenhado papel importante, as obras foram adiadas. As imagens em questão se referem a cômodos específicos do prédio e nada interferem na capacidade produtiva do órgão, que teve a sua carga de trabalho ampliada e realizou de março de 2020 para cá quase 348 mil exames para detectar o vírus Sars-Cov-2.

Fonte: G1 Piauí

Sobre Márcio Lopes

Colaborador do Portal Info Newss.

Verifique também

Policiais Civis de Picos recebem medalha de ‘mérito policial’ após prisão de homicidas em flagrante

O Governo do Estado publica, nesta terça-feira (19), no Diário Oficial, uma homenagem a três …