Slider
quinta-feira , 19 setembro 2019
Slider
Casa / Saúde / Francisco Costa elogia iniciativa do Consórcio do Nordeste que vai baratear aquisição de material pra Saúde

Francisco Costa elogia iniciativa do Consórcio do Nordeste que vai baratear aquisição de material pra Saúde

Slider

A iniciativa do Consórcio Nordeste, com encontro sediado em Teresina foi elogiada, nesta manhã de quinta-feira (22), pelo deputado Francisco Costa (PT). Segundo ele, uma das licitações unificadas e já anunciadas através do Consórcio, será na área da Saúde, onde a aquisição de insumos, medicamentos e material hospitalar e equipamentos, vai baratear o acesso para as redes públicas estaduais e municipais.

“Quando fazemos uma comparação de um estado como o nosso, onde tem três milhões e duzentos mil habitantes, e que vai fazer uma compra de insumos para atender a essa população, isso acaba tendo um custo”, disse o parlamentar. Na visão dele, quando se vai para uma margem maior, que é o que está sendo proposto, na visão do Consócio Nordeste, onde são mais de cinquenta milhões de habitantes, se tem um grande ganho nessa forma e se consegue diminuir o custo do preço unitário de cada um desses itens, o que irá fazer com que o valor que se tem disponível, possa ser feito muito mais.

Outro tema abordado pelo parlamentar foi a respeito da rede hospitalar no estado do Piauí. Segundo ele, é preciso que alguns pontos sejam melhor esclarecidos. Francisco Costa apresentou alguns dados em relação ao Piauí, que de acordo com ele, está se readequando, assim como outros estados do País, e essa realidade precisa chegar ao estado do Piauí.  O deputado afirma que se a saúde for fortalecida com base na atenção primária será possível se ter uma capacidade de resolutividade de até oitenta e cinco a noventa por cento, dos problemas de saúde da população.
“Isso precisa, cada vez mais, ser perseguido pelo gestores estaduais, municipais e pelas políticas de saúde. Não resta dúvida que algumas medidas têm sido tomadas ao longo do tempo e que já alcançamos, mas precisamos avançar ainda mais”.

O parlamentar observou que o hospital é um ambiente onde a pessoa fica para diagnóstico e tratamento, o que precisa de profissionais qualificados e equipamento disponíveis, para o diagnóstico e tratamento. O deputado defende a política da assistência hospitalar no estado do Piauí, onde existem noventa hospitais municipais , sem falar dos hospitais de Teresina.

“Temos que focar mais na atenção primária e menos na assistência hospitalar dessas pequenas unidades que não têm que ter um custo elevado, e que não têm uma capacidade evolutiva”, disse Francisco Costa. Ele apresentou alguns dados e citou os hospitais com dez ou quinze leitos, que se tive rum médico uma ve4zs por dia, o hospital terá um custo de sessenta mil reais e não trará a finalidade de um hospital, porque não dá diagnóstico e não irá tratar. Segundo ele se esse custo for redirecionado, não será preciso a necessidade de internação, muitas vezes por doenças que podem ser acompanhadas na atenção básica. Francisco Costa finalizou dizendo que somente os casos de alta complexidade devem ser direwcionados para os Hospitais de Teresina.

Fonte: Alepi

Sobre Márcio Lopes

Márcio Lopes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *