35.2 C
Picos

Prazo para vacinação contra aftosa encerra dia 30 de abril e não será prorrogado

#

A exatos 8 dias do encerramento da última campanha de vacinação contra a febre aftosa no Piauí, a Secretaria da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária e a Adapi alertam que o prazo para imunizar bovinos e bubalinos não será prorrogado. Isso porque, a partir de 1º de maio de 2024, entra em vigor o decreto do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) que reconhece  o território piauiense como zona livre da doença sem vacinação.

“Com o decreto em vigor, a partir de maio será proibido armazenar, distribuir ou comercializar doses de imunizantes contra a aftosa. Por isso, informamos aos produtores de animais que o prazo de encerramento para vacinar é improrrogável”, reforça o secretário da Sada, Fábio Abreu.

O Piauí possui um rebanho de cerca de 2 milhões de bovinos e bubalinos e precisa imunizar mais de 90% desses animais.

“Atingir essa meta é um critério essencial para que, em 2025, tenhamos a certificação internacional de zona livre da doença sem vacinação, através do reconhecimento da Organização Mundial de Saúde Animal.  Já avançamos na classificação sanitária dentro do país e agora precisamos tornar nossa carne de qualidade para exportação”, frisa o gerente de defesa animal da Adapi, Idílio Moura.

A certificação da imunização acontece até dia 15 de maio e pode ser feita de forma presencial nos escritórios da Adapi ou de forma virtual no site www.adapi.pi.gov.br . Os produtores que deixarem de imunizar e comunicar a vacinação estão sujeitos a receber multas. Os valores variam de acordo com a quantidade de animais existentes na propriedade.

Fonte: Cidade Verde

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas