34.6 C
Picos

Fazenda Planalto intensifica trabalho preventivo contra caça ilegal de animais e caçadores são detidos pela PM

#

Com o intuito de coibir a caça ilegal de animais, a gerência da Fazenda Planalto, localizada na cidade de Pio IX, entre os estados de Piauí e Ceará, em parceria com a equipe de segurança interna e a Polícia Militar, intensificou nos últimos dias a fiscalização contra a prática criminosa.

Conforme informou a gestão da fazenda, nos últimos dias os casos de caça ilegal tiveram um grande aumento, com a presença de vários caçadores de diversas cidades dos estados do Piauí e do Ceará, causando transtornos na região e ameaçando o ecossistema dos animais.

Fazenda Planalto (Foto: ASCOM)

Na madrugada desta quarta-feira (19), com a intensificação das diligências vários caçadores de cidades como Alagoinhas do Piauí, Pio IX, Monsenhor Hipólito, e Parambu no Ceará, foram detidos pela Polícia Militar.

O trabalho foi realizado em uma ação conjunta entre a polícia Militar do Piauí, da cidade de Pio IX, e da PM do Ceará, na cidade de Parambu. Segundo relatou o Sargento Nobre do GPM de Pio IX, na ação não houve prisões, pois os suspeitos não portavam armas de fogo, nem caças predatórias.

Novo comandante do GPM de Pio IX, Sargento Nobre — Foto: Lucas Andrade

“Intensificamos o policiamento com a finalidade de coibir a prática da caça ilegal nas fazendas de toda à região, e aqueles que forem flagrados cometendo crimes ambientais responderão criminalmente e ainda pagarão multa.” Disse o Sargento Nobre.

Vale destacar que o trabalho tem sido realizado em toda à região. Durante as ações, os policiais atendem denúncias e percorrem áreas de matas e trilhas, além de pontos que apontam a prática de caça ilegal com emprego de arma de fogo, com o objetivo de impedir a prática criminosa.

Crime

Desde 1967, caçar animais silvestres é proibido no Brasil. A única exceção é o javali, por ser considerada uma espécie exótica, importada da Europa. Sua caça foi regulamentada em 2013. De acordo com o artigo 29 da Lei nº 9.605/1998, é crime “matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida. A pena é detenção de seis meses a um ano, além de multa”.

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas