20.1 C
Picos

Diesel vai ficar mais caro com retomada de cobrança do PIS/Cofins

#

O governo federal retomou parcialmente, nesta terçafeira (5), a cobrança do PIS/Cofins sobre o preço do óleo diesel. O imposto, que havia sido zerado em 2021 pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), deixará o valor do litro do diesel nas distribuidoras R$ 0,11 mais caro.

Em 1º de outubro haverá um novo aumento, de R$ 0,02. Em janeiro de 2024, o imposto voltará a ser cobrado de forma integral: R$ 0,35 por litro.

Isso aconteceu porque, inicialmente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) havia decidido prorrogar a desoneração do combustível até 31 de dezembro de 2023, mas antecipou a cobrança para compensar o valor gasto pelo governo com o programa de descontos em veículos, que custou R$ 1,8 bilhão aos cofres públicos.

Aumento da Petrobras 

A Petrobras anunciou, no dia 15 de agosto, um aumento de 25,8% para as refinarias — o primeiro desde junho de 2022. O reajuste aconteceu após a alta dos preços do petróleo internacional.

“A consolidação dos preços de petróleo em outro patamar, e estando a Petrobras no limite da sua otimização operacional, incluindo a realização de importações complementares, torna necessário realizar ajustes de preços para ambos os combustíveis, dentro dos parâmetros da estratégia comercial, visando reequilíbrio com o mercado”, explicou a estatal na época.

Fonte: SBT News

Redação
Redaçãohttps://www.infonewss.com
Redação do Portal Info Newss. (89) 99463-3489
Veja também
Notícias relacionadas