sábado, 31 julho 2021
Últimas
Casa / Política / Legislativo em Destaque / Câmara Municipal de Patos do Piauí realiza primeira sessão remota do ano de 2021; veja como foi

Câmara Municipal de Patos do Piauí realiza primeira sessão remota do ano de 2021; veja como foi

A Câmara Municipal de Patos do Piauí realizou na manhã deste sábado (22.maio) a primeira sessão ordinária remota do ano de 2021.

A presidente da Casa Legislativa Patoense, vereadora Luzitânia Dias a “Taninha (PSD), abriu os trabalhos explicando o porquê da sesssão remota.

“Devido ao decreto da Prefeitura de Patos, nós optamos pelo menos essa,  ser dessa forma. Já que tudo está fechado, não justificaria nós nos reunirmos de forma presencial. A outra, não posso afirmar se será remota ou não”, disse.

O primeiro a usar a palavra durante durante a sessão foi o vereador Wilson (PSD) líder do prefeito na Casa.

“Nós como representantes do povo, devemos da exemplo para todos”, e anunciou “por coincidência, testei positivo para a covid-19, mas, graças a Deus estou bem. A sessão de modo remota me permitiu participar. Devemos preservar a população”, conclamou.

Wilson continuou seu pronunciamento: “Quero dizer aqui para os colegas  que os serviços de recuperação das estradas estão tendo continuidade. Em breves dias a patrol estará em ação. Alumas peças serão trocadas por um profissional e este mesmo profissional vai instruir o operador que tirá trabalhar nela”, anunciou.

“O roço ainda não foi iniciado porque está no processo licitatório. O pregoeiro do município, o Teixeira, testou positivo para a covid e se foi internado em Teresina. Já saiu do hospital, mas ainda não está liberado para vim ao município”, explicou Wilson.

O vereador anunciou demandas do município que estão em execução: “A estrada do Cajueiro, como falamos anteriormente, já teve início e o roço vai ser feito pelo processo de recuperação do estado.

“O prefeito Joaquim Neto esteve em Teresina, buscando recursos e obras para o município. Nesta próxima semana, ele vai a Brasília, também em busca de recursos e melhorias para o nosso município”, anunciou”, e finalizou seu pronunciamento dizendo “lamentar o sexto óbito  que tivemos no nosso município, não é um número que a gente quer, lamentamos muito. Deixo o meu pesar para os familiares, rezar e torcer por aqueles que estão nos hospitais ainda internados, e que tenham uma boa recuperação”.

O vereador Francisco Evaristo o “Sarrika (PSD), iniciou see pronunciamento agradecendo a Deus, e foi breve nas palavras.

“Não tenho muito o que falar, até porque estamos em meio a uma pandemia. Quase não estamos saindo. As estradas estão quase sendo concluídas e com fé em Deus o prefeito vai terminar esse serviço”, finalizou.

O vereador Marlon Costa (PSD) falou sobre a realização da sessão remota e disse que preferia presencial, pelo conforto e comodidade e ressaltou: “Devido a pandemia fomos sujeitos a adequar desta por causa do nossos colega Wilson. Se fosse de modo presencial, ele não poderia participar desta reunião. Desejo melhoras para você Wilson, com fé em Deus vai ocorrer tudo bem”, felicitou.

“Quero aqui me solidarizar com a família, mais uma vítima da covid, aqui do Cajueiro”, disse Marlon.

Sobre a estradas vicinais do município, o vereador disse que estão indo bem, em breve serão concluída: “Já a Pique liga a BR-407 ao Cajueiro, foi iniciada, os buracos serão tapados e o roço em breve, será feito também”, relatou.

A vereadora Zuleide Costa (PP) iniciou sua fala lamentando o falecimento de mais uma vítima da covid no município:

“Queria primeiro deixar aqui meu pesar, meus sentimentos à família da senhora Domingas que veio a falecer no povoado Cajueiro. Na sessão passada a gente estava aqui lamentando de uma morte e hoje, infelizmente estamos novamente”, e discorreu “na sessão passada eu vi aqui, nesta casa, quase não tem números de casos nos alarmando, porém tenho certeza que se fizer uma busca ativa, vai se descobrir muitos casos.”

Zuleide explicou: “Na sessão passada a gente não pediu para o prefeito sair na rua pedindo para que o povo ficasse em casa não, a gente sabe como é. A gente tem consciência como a população. É teimosa  e que todo mundo precisa sair de casa em algum momento para fazer suas comprar seus alimentos. Estávamos cobrando medidas mais rígidas em relação a decreto, fazer  a vigilância sanitária fazer a fiscalização um pouco mais rígida, em conjunto com a Secretaria de Saúde, inclusive vi aí  o decreto, algumas medidas para melhorar devido a pandemia e espero que continue, porque os casos podem não parecer muitos, mas a gente não quer chegar a situação que chegou Jaicós”, e solicitou: “gostaria também de que fizesse uma campanha divulgando os números de telefone para a população denunciar pessoas que testaram positivo e ficam andando pelas ruas. Muitas vezes a gente não sabe para quem ligar.”

A vereadora falou sobre testes covid realizados no município: Com ralação ao teste swab, eu não tinha conhecimento de que havia comprado só alguns. Pensei que tinha no município direto, uma vez que vi uma matéria dizendo que Patos agora contava com o teste swab, porém eu vejo que é muito caro não tem condição de manter direto”, reconheceu Zuleide.

A vereadora discorreu sobre salários da Educação do município: “Com relação ao pagamentos dos professores, só queria esclarecer que a dívida não é do ex-gestor, a dívida é da prefeitura e quando ele ,Joaquim Neto, se candidatou, já sabia que deveria arcar com os problemas da prefeitura. Quem está sob a responsabilidade da prefeitura é ele, então quem responde por essa dívida é ele, enquanto prefeito”, enfatizou.

A vereadora Zuleide finalizou falando sobre as transmissões das sessões: “Queria também questionar aqui, em relação as gravações das sessões, porque por duas vezes já fui procurar lá no portal e havia sido apagada. Já cobrei e vou cobrar novamente. A transmissão tem que ser feita pelo Facebook da câmara. A câmara tem Facebook é justamente para isso”, opinou.

O vereador Chico de Oseias (PP) iniciou sue pronunciamento falando da sessão on-line: “Acreditava que não iríamos mais voltar a fazer a sessão remota, mas infelizmente não é só do jeito que a gente quer, para começar aqui, com relação a sessão remota sou totalmente a favor. Como o vereador Wilson falou, se nós cobramos mais rigor nos decretos, na questão de endurecer mais o isolamento, então seria contraditório fazer a sessão presencial”, explicou.

O vereador falou sobre o início dos trabalhos na PI-053 que liga a BR-407 ao povoado Cajueiro:”Vi desde o primeiro dia que o pessoal estava trabalhando, até porque passava toda hora”, e continuou: “Marlon já praticamente respondeu o que eu ia falar, porque evidentemente os buracos na pista não são o maior problema. O maior problema são as saídas de águas que estouraram e criaram aquele as crateras. O serviço mais esperado pela população é a questão das saídas de águas, principalmente no trecho  da  entrada da Lagoinha ao povoado Cajueiro. Mas, desde já, quero parabenizar o esforço e dizer que as coisas estão começando a andar”, reconheceu.

Chico também falou sobre a a transmissão ao vivo das sessões da Câmara: Quero pedir para que organize, para que faça a transmissão pelo Facebook aqui da Câmara, que a gente é muito cobrado pelo pessoal no nosso município. É uma ferramenta para divulgar o nosso trabalho”, concluiu.

O vereador Antônio Rufino o “Tonhão” (PP), foi breve em seu pronunciamento: Nós falamos na sessão passada sobre as pessoas que estavam com o vírus  e saiam pelas ruas. Foi bom a gente falar sobre isso, o povo entendeu”, e se solidarizou “quero desejar boa recuperação ao vereador Wilson, que infelizmente testou positivo para covid”.

Tonha finalizou solicitando ao gestor do município:”Pedir a ele que antes de fazer a estradas, que vai para a Vereda. Lá, a gente a  água corria só por uma lado. Nesta semana, até as motos estavam atolando, tá terrível”.

O vereador José Hélio o Helim (PP), iniciou seu pronunciamento falando sobre a LDO: “Tinha que ser votada, não tinha vinte dias, ainda mas por ser remota. LDO é onde se vota o financeiro o ano inteiro. Evidente que para você ler, envolve uma quantia grande de 15 milhões de reais”, e emendou “sobre a fiscalização da Covid-19, que eu falei na sessão anterior, é que eu pedi que o gestor tomasse a frente de fiscalizar melhor.Eu não pedi para o prefeito ir para a rua, o máximo que eu pedi para que alguém da Secretaria de Saúde tomasse a frente e colocasse a frente os agentes de endemias ou quem quer que fosse da gestão. Organizasse as filas, principalmente da Caixa. Eu estive lá no sábado passado, farmácia que tinha uma certa aglomeração. Foi nesse sentido que a gente tentou pedir para que não acontecesse o pior.”

Helim lamentou: “Na última sessão relatamos que perdemos pessoas por causa da Covid-19 e hoje, já estamos falando sobre outra pessoa que também veio perder a sua vida por causa da Covid-19. Então, nada é mais importante que você fazer essa fiscalização. Sabemos que muitas pessoas não entendem e só vão se dar conta quando perderem algum ente querido. Toda cobrança que se faz com responsabilidade, é válida e pedimos a Deus que dê sabedoria aos homens, aos gestores, ao pessoal da saúde e tomar a frente dessas questões para que nós não tenhamos uma Patos como Jaicós.”

O vereador também falou sobre a transmissão das sessões: “A câmara tem um Facebook, estou pedindo para a senhora presidente que seja gravado no Facebook da Câmara. porque a mesma questão que a vereadora falou, eu também procurei e não vi essas gravações. Tem muitas pessoas que não vão para a Câmara e querem assistir através das lives, então, nada mais justo que o portal faça essas gravações pelo Facebook da Câmara”, sugeriu

Helim falou sobre o teste swab: Eu acho que compraram muito pouco. Sei que é um teste caro. Na Secretaria de Saúde sabemos que entra um recurso melhor que as outras, eu não vou exigir que o gestor vá comprar o teste swab, mas se tiver ao alcance dele, também não sei se o município já está recebendo alguma coisa da Covid, que se fizesse um levantamento melhor e falo com toda certeza, não sei a realidade de Patos hoje sobre o Covid. Mostra uma coisa e daqui a pouco é outra, então seria importante que fosse testado em mais pessoas mesmo que não seja com o swab, mas seria com o teste rápido para que o município tenha uma noção.”

Helim relembrou: “Sobre a questão que eu levantei na última sessão, sobre o pagamento dos funcionários públicos, tanto professores, quando pessoas que trabalham na saúde. Volto a pedir novamente que se tenha um calendário ou alguma coisa de resposta, e quero enfatizar que essa conta ela é da prefeitura, independente de quem fosse o gestor passado. O atual gestor tem que arrumar uma certa condição de ver o que pode ser feito e reunir esse pessoal. Estou falando aqui, porque as pessoas nos procuram como parlamentar que sou”, justificou.

Helim finalizou lamentando sobre mais uma morte pelo coronavírus no município e parabenizando pela reforma das estradas do povoado Cajueiro: Quero lamentar a perda da dona Domingas, não posso afirmar porque não sei, mas dizem que essa senhora já tomou as duas doses. Quero parabenizar a questão das estradas do Cajueiro, fui um dos que cobrei da questão do melhoramento e eu acho que seria importante primeiramente fazer o roço ou se fizesse juntos.”

A presidente da Casa, vereadora Taninha (PSD), iniciou sua fala falando sobre o colega, vereador Wilson: “Nosso colega, vereador infelizmente se contagiou com o vírus, mas falei para ele, através de mensagem, que ele vai tirar isso de letra porque é uma pessoa saudável graças a Deus, não tem comorbidades, é novo e pratica muitos exercícios”.

Taninha logo emendou sobre as transmissões das sessões da câmara: “A respeito da transmissão pelo Facebook da câmara, acho que quando a colega vereadora Zuleide falou em uma sessão sobre isso, disse que não teria problema, está aqui autorizado.  Iranildo pode transmitir pelo Facebook da Câmara, não há problema. Vou entrar em contato com o Portal Saiba Mais para saber mais sobre as transmissões”, e discorreu “quanto aos testes swab, eu falei que ele andou comprando umas caixas de alto custo, mas é necessário porque esse teste rápido deixa muito a desejar, pois as pessoas podem estar infectadas e pode dar negativo e, ser tarde para tomar as providencias”, alertou.

A vereadora falou sobre recursos: “Eu gostaria de avisar que ontem entrou uma pequena quantia para ajudar, Graças a Deus, e parece que veio discriminado para o que pode e não pode. Entrei em contato com Joaquim Neto e ele me disse que está vendo com o profissional o que pode, e o que não pode comprar com esse recurso, umas das coisas que pedirei para ele, caso possa, é comprar o teste swab”, e relatou sobre salários da educação “Com relação as cobranças dos pagamentos dos professores, que hoje está se repetindo de forma diferente, porque o prefeito Joaquim Neto está tentando de tudo, como vocês sabem, que os recursos da Educação são escassos, mas ele está fazendo de tudo para que não atrase o pagamento na gestão dele. E como eu havia falado na sessão anterior, ele tem sim intenção de quitar essa dívida e sabendo mesmo que não é dele, que é da prefeitura, porém quem usou esse recurso do Fundeb de Dezembro de 2020 foi o ex gestor, ele teria por obrigação de ter deixado a folha de pagamento quitada. Uma coisa que me leva dizer a vocês que não vi vocês em dezembro cobrar para que ele quitasse e não deixasse a dívidas, pedi muito, falei muito aqui. No planejamento de hoje, como é que o prefeito Joaquim Neto pode quitar uma folha de pagamento de professores com FPM porque com o Fundeb não dá e nem pode, o que ele pode pagar de Fundeb é da gestão dele, no dia que houver recurso na gestão dele, ele irá quitar esse dívida. Enquanto os recursos da saúde, que a gente sempre soube que os recursos são melhores, na gestão dele que eu saiba não entrou nem um recurso para custeio.”

Taninha falou sobre a ida de Joaquim Neto à capital federal: “Ele vai a Brasilia também será para resolver esse problema do custeio, que tem emenda do Deputado Júlio César e senadores. Estamos aguardando”, disse.

A vereadora fez um anúncio em primeira mão: Queria anunciar para vocês que ele negociou com Iranildo a compra, apesar de não ter pago ainda, do terreno do cemitério. Logo ele vai murar. para Será um novo cemitério. Inclusive, segunda-feira irá dar início na limpeza do terreno. Acho de suma importância, pois sempre cobrei.”

Taninha agradeceu ao representante do município na Assembléia Legislativa: “Gostaria também de agradecer ao Deputado Georgiano Neto pelo roço e a operação tapa-buraco da PI-053 que liga Patos ao Cajueiro, juntamente com o prefeito Joaquim Neto, que desde o início reivindicou, e agradecer também ao Castro Neto que é diretor do DER-PI”.

A presidente finalizou lamentando a perda de mais uma vida para a covid-19: ”Quero lamentar o óbito da senhora Domingas que infelizmente faleceu por causa da Covid. Ela havia tomado as duas doses da Coronavac, mas os estudos falam que ela deixa uma porcentagem que pode acontecer óbito, porque de contrair o vírus nenhuma vacina até o momento não é 100% eficaz. Mas o que mais me revolta dessa doença, é não poder fazer um velório digno que um ser humano deve ter”, concluiu Taninha.

Fonte: Portal Saiba Mais

Sobre Felipe Ribeiro

Editor do Portal InfoNewss.

Verifique também

Câmara de Belém do Piauí vai realizar duas sessões nesta sexta-feira, 09

A Câmara Municipal de Belém do Piauí, vai realizar na próxima sexta-feira, 09,  duas sessões …