segunda-feira , abril 22 2019
Casa / Política / Prefeito Gil Carlos nega irregularidade na aquisição de combustíveis
Prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos - Foto: Marcelo Cardoso/GP1

Prefeito Gil Carlos nega irregularidade na aquisição de combustíveis

O prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto, em direito de resposta, negou qualquer irregularidade na aquisição de combustíveis e lubrificantes sem a realização de licitação no exercício financeiro de 2013.

GP1 publicou na quarta-feira (14) a matéria intitulada “Promotor instaura inquérito civil contra o prefeito Gil Carlos”, que informava que o promotor Jorge Luiz da Costa Pessoa, do Ministério Público do Estado do Piauí, instaurou um inquérito civil no dia 12 de março com o objetivo de investigar irregularidades encontradas pelo Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE) “sobre realização de despesas com ausência de procedimento licitatório, inobservando o disposto na Lei Federal n°. 8.666/93, para aquisição de combustíveis e lubrificantes”.

Prefeito de São João do Piauí, Gil CarlosPrefeito de São João do Piauí, Gil Carlos – Foto: Marcelo Cardoso/GP1

O prefeito explicou que quando assumiu o comando da prefeitura de São João do Piauí em 2013, decretou estado de calamidade pública e que por isso a prefeitura esteve apta a fazer contratos sem licitação para que os serviços essenciais não sejam prejudicados. Ele destacou que o TCE aprovou as suas contas de gestão.

“Início de gestão em 2013, decretamos estado de calamidade administrativa por 90 dias. Uma licitação por tomada de preço para aquisição de bens e serviços imprescindíveis para continuidade de serviços públicos essenciais. Próprio TCE emitiu em seu site os municípios com decreto na época, nosso está na lista”, afirmou o prefeito.

Fonte: GP1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *